conecte-se conosco

Policial

PM lamenta o falecimento do soldado da reforma Argemiro do Nascimento de 103 anos de idade

Publicado


É com pesar que a Polícia Militar de Mato Grosso informa o falecimento do soldado reformado Argemiro do Nascimento, de 103 anos de idade, na terça-feira (20.07), em Lucas do Rio Verde. O militar faleceu de morte natural, em casa, ele era o policial de maior idade da instituição.  

Nascido no ano de 1917, na cidade de  Diamantino, soldado Argemiro do Nascimento entrou no 02 de março de 1935 para a Polícia Militar, e serviu a corporação militar por 85 anos. O soldado era um dos policiais mais antigos da instituição, ele chegou a trabalhar na época do 14 º Batalhão em Cuiabá, e nas unidades da PM nos munícipios de Nobres, Diamantino, Alto Paraguai e Rosário Oeste.

Depois de servir ao Exército Brasileiro, o soldado Argemiro ingressou na Polícia Militar. Ele fazia questão de contar a sua experiência e que chegou a ser convocado para atuar na Segunda Guerra Mundial. Na época, soldado Argemiro ficou de prontidão e chegou até a se apresentar no quartel, mas não foi lutar na guerra, pois o conflito já havia acabado.  

Leia mais:  Investigação de combate ao tráfico resulta em dois presos com mais de 30 quilos de maconha em Primavera do Leste

 

De acordo com familiares, soldado Argemiro faleceu de causas naturais, em casa, no bairro Jardim das Palmeiras, em Lucas do Rio Verde. Ele deixa nove filhos, inúmeros netos, bisnetos e até tataranetos.  O Comando da Polícia Militar lamenta e transmite as mais sinceras condolências pela perda deste dedicado policial que fazia questão de usar a farda da PM e receber para uma conversa os policiais militares da cidade em que escolheu para desfrutar do seu merecido descanso.  

O velório do soldado reformado Argemiro ocorre nesta quarta-feira (21.07) na Igreja Adventista, e o sepultamento acontecerá no cemitério, às 16 horas, em Lucas do Rio Verde.  

Fonte: PM MT

publicidade

Policial

Polícia Civil apreende 5 tijolos de maconha, arma de fogo e prende 7 suspeitos durante averiguação de uma denúncia

Publicado


Assessoria | Polícia Civil-MT

A Polícia Civil prendeu sete pessoas, entre elas dois adolescentes, e apreendeu cinco tijolos de maconha e uma arma de fogo, na manhã de sábado (24.07), no município de Colniza (1.065 km a noroeste de Cuiabá), durante diligências para averiguar uma denúncia anônima.

Quatro homens e uma mulher foram autuados em flagrante por tráfico de drogas, associação para o tráfico e corrupção de menores. Um deles responderá também por posse ilegal de arma de fogo. Já os adolescentes, ambos de 16 anos, responderão ato infracional análogo aos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

As diligências iniciaram logo que a Delegacia de Polícia de Colniza recebeu denúncia sobre certa quantidade de drogas que seria entregue na cidade. De posse das informações, os policiais civis passaram a diligenciar para apurar os fatos.

Na investigação a equipe foi até uma empresa transportadora, onde em campana foi avistado o momento em que um menor de idade chegou no local para pegar uma encomenda suspeita. Ato contínuo foi feito acompanhamento do adolescente, o qual seguiu até uma residência. . 

Leia mais:  PRF prende dois homens por porte ilegal de arma de fogo em Poconé/MT

Assim que os policiais civis se aproximaram da casa, foi de imediato encontrado no terreno uma balança de precisão, uma porção de entorpecentes, além da mercadoria contendo quatro tijolos grandes e mais um tijolo médio de maconha. 

Todos os indivíduos que estavam no endereço (incluindo o menor de idade) foram detidos e conduzidos. Durante o procedimento na delegacia, foi percebido que o aparelho celular do adolescente tocava insistentemente. Perguntado quem era, o infrator contou que se tratava da pessoa que seria o destinatário do carregamento de droga, bem como indicou o endereço do mesmo. 

Com base nos relatos, os investigadores foram até a casa do suspeito que receberia a mercadoria ilícita, e quando chegaram encontraram outro adolescente na frente do imóvel com um simulacro de arma de fogo.

No interior da casa foi apreendida uma espingarda de pressão modificada para calibre 22. Diante do flagrante, o maior e o menor de idade, também foi encaminhados para a unidade policial.

Os conduzidos foram interrogados, sendo autuados em flagrante e ato infracional respectivamente. Após a confecção dos autos os suspeitos foram apresentados e colocados à disposição da Justiça.

Leia mais:  PM prende mulher por esfaquear o marido em Rondonópolis

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Mais Lidas da Semana