conecte-se conosco

Policial

Polícia Civil aguardará exames de DNA para confirmar se restos mortais são de casal desaparecido

Publicado


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

A Polícia Civil de Porto dos Gaúchos aguardará os laudos periciais de necropsia e confronto de DNA para confirmar se os restos mortais encontrados carbonizados dentro de uma camionete nesta segunda-feira (03.05), na zona rural do município, são do casal Valdir e Tatiane Medeiros Hennig, que está desaparecido desde o dia 28 de abril.

Na tarde desta segunda-feira, a Polícia Civil foi comunicada sobre uma camionete que foi localizada totalmente queimada, em uma área de mata, na região onde o casal tinha uma propriedade.

Duas equipes distintas formadas por policiais civis, PM e Corpo de Bombeiros realizavam buscas pelo terceiro dia consecutivo em busca do casal que está desaparecido desde a semana passada.

Dois parentes de Valdir Hennig que estavam na região das buscas encontraram uma trilha marcada por pneus de camionete e seguiram até um ponto, quando não tiveram mais coragem de ir adiante  e acionaram a equipe de buscas que estava mais próxima do local, formada por policiais militares e bombeiros.

A equipe da Polícia Civil reuniu todas as equipes em uma fazenda próxima e seguiram até o local onde foi encontrada a camionete queimada, que bate com as características do veículo das vítimas, uma L 200 Triton. Dentro do veículo estavam restos mortais totalmente carbonizados e pelo estado não é possível afirmar ainda que se trata dos corpos de Valdir e Tatiane Hennig.

Leia mais:  Força Tática prende suspeita com 74 porções de maconha em Poconé

O delegado de Porto dos Gaúchos, João Antônio Batista Ribeiro Torres, explica que somente a checagem do número do chassi com os documentos de registro do veículo poderão comprovar que a camionete é a das vítimas. “Assim como a identificação dos restos mortais somente poderá ser confirmada com a extração de DNA e confrontação com parentes próximos das vítimas”.

Foram coletados materiais para realização de perícia e confronto de DNA, assim como a camionete que também será periciada pela Politec.

Desaparecimento 

Desde o último sábado, policiais civis de Porto dos Gaúchos, com apoio do Corpo de Bombeiros se mobilizaram nas buscas em uma região de mata para a localização do paradeiro do casal Valdir, de 45 anos, e Tatiane Medeiros Hennig, de 46 anos, desaparecidos desde o dia 28 de abril.

As buscas são realizadas em uma extensa área de mata na zona rural de Porto dos Gaúchos, na ‘região do 47’, onde o casal tem uma propriedade, e conta com auxílio de cães farejadores do Corpo de Bombeiros de Tangará da Serra e da equipe de Juína.

Leia mais:  PRF soma forças na recuperação do Pantanal

Um irmão de Valdir procurou a delegacia de Porto dos Gaúchos na quinta-feira (29) relatando que o casal saiu da propriedade no dia 27 de abril para ir ao município de Itanhangá, combinando de retornar no dia seguinte. Diante da ausência dos dois, o irmão da vítima foi em busca deles em Itanhangá foi informado por familiares que os mesmos já haviam retornado a Porto dos Gaúchos na data combinada. O irmão de Valdir tentou contato no celular das vítimas e não conseguiu. Em seguida procurou a unidade da Polícia Militar.

Na estrada do trajeto até a propriedade da vítima foi encontrada uma árvore tombada para dificultar a passagem de veículos. Na sexta-feira, os policiais foram até a próriedade e próximo à estrada encontraram munições e cápsulas, um pedaço de relógio, uma máscara de tecido e vestígios de sangue.

Fonte: PJC MT

publicidade

Policial

Policiais promovem encontro de pai e filho em Peixoto de Azevedo

Publicado


Policiais do 22º BPM de Peixoto de Azevedo (a 691 km de Cuiabá) ajudaram neste sábado (08.05), um senhor e seu filho de 12 anos.

O jovem pediu ajuda na unidade do Núcleo de União do Norte dizendo ter sido deixado pelo seu pai que dirigia um caminhão. Ele contou não ter o avisado que ia descer do veículo durante uma parada. Como não notou a ausência do filho, o pai seguiu viagem.

A informação foi passada via rádio e, em diligência os militares de Matupá localizaram o senhor. Na conversa, ele confirmou não ter sentido a falta do filho e acreditava que estivesse dormindo como fez boa parte da viagem.  Os policiais levaram o adolescente até a unidade de Matupá.

No reencontro, pai e filho disseram estarem aliviados e felizes e agradeceram a ajuda dos militares.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 08000.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

Leia mais:  Dupla é pega logo depois de assaltar posto de gasolina em Rondonópolis
Fonte: PM MT

Continue lendo

Mais Lidas da Semana