conecte-se conosco

Policial

Polícia Civil participa de fiscalizações em áreas de desmatamento ilegal em Apiacás

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

Foto: Sema-MT

A Polícia Civil participou de uma operação de fiscalização de desmatamento ilegal deflagrada pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema), entre os dias 15 a 19 de março, em Apiacás (1.010 km ao norte de Cuiabá). Os trabalhos resultaram na apreensão de maquinários e equipamentos, além de sete pessoas que responderão a Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por envolvimento em crime ambiental.

A operação foi coordenada pela pela Sema, por meio da Diretoria Regional de Alta Floresta, em parceria com a Polícia Civil, por meio da Delegacia Regional de Alta Floresta. 

Durante os trabalhos foram atendidos alertas de desmatamento nas cidades de Apiacás, Nova Bandeirantes, Nova Monte Verde, e Paranaíta.Entre os materiais apreendidos estão, dois tratores de esteira, um trator de pneu, uma escavadeira hidráulica, e cinco motosserras. 

Em um dos pontos de alerta de desmatamento no município de Apiacás, as equipes encontraram dois homens operando duas máquinas tipo trator esteira em área de desmate ilegal, ou seja, sem a devida autorização da Sema para ser desmatada.

Leia mais:  PM apreende som e encaminha homem à delegacia por perturbação e desobediência

Durante os trabalhos, os policiais identificaram como dono dos veículos o proprietário de um serraria do município. Em outro ponto sem autorização da Sema para desmate, as equipes encontraram mais um funcionário que estava um trator a mando do proprietário do imóvel rural.

Em mais uma fiscalização, os policiais da Delegacia de Apiacás e os fiscais da Sema foram até uma fazenda onde encontraram pessoas realizando a extração de ouro (garimpo) de forma irregular, sendo o gerente da propriedade conduzido para as providências cabíveis.

Os suspeitos identificados durante os trabalhos responderão a Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por crime ambiental. O delegado de Apiacás, Antenor Junior Pimentel Marcondes, destaca que as ações da Sema são frequentes na região sempre contando com apoio da Polícia Civil durante as fiscalizações.

“A Sema fica com a parte administrativa, realizando a apreensão dos bens e dando a sua devida destinação, enquanto a Polícia Civil fica responsável pelos procedimentos policiais relacionados aos crimes ambientais, assim como pela segurança das equipes de fiscalização”, disse o delegado.

Leia mais:  Polícia Civil cumpre mandados em investigação sobre crimes ambientais no sul do estado

Fonte: PJC MT

publicidade

Policial

PM prende suspeitos com meia tonelada de defensivos agrícolas e R$ 13 mil em Sinop

Publicado


Neste domingo(20) policiais militares prenderam dois homens com 500 quilos de defensivos agrícolas contrabandeados, em Sinop. Com os suspeitos, a Polícia Militar apreendeu dois veículos, rádios comunicadores,   e R$ 13 mil em cheques. O produto irregular  teria saído de Cuiabá para ser entregue no município neste fim de semana.

Por volta das 11 horas, policiais militares receberam informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF) de que os veículos S10 e Fiat Strada que estavam  transportando produtos ilícitos vindos de Cuiabá. Diante da denúncia, a equipe da Polícia Militar montou uma barreira policial na rodovia de acesso à cidade de Ipiranga do Norte.

Os dois veículos foram visualizados e abordados pela PM nas proximidades do aeroporto de Sinop.  No momento da checagem, o motorista do carro Fiat Strada e da camionete S10 demostraram nervosismo e repostas desconexas.

Durante  minuciosa dos dois veículos, os policiais militares encontraram na camionete 23 sacos grande de Benzoato; total de  500 quilos do defensivo agrícola, carga avaliada em aproximadamente R$ 500 mil . O motorista do veículo não tinha nota fiscal do produto.

Leia mais:  Corpo de vítima de latrocínio, que estava desaparecida, é localizado em área de mata em Sapezal

O motorista do veículo Fiat Strada relatou à PM que foi contratado pelo condutor da camionete para fazer o serviço de ‘ batedor ’  de Cuiabá até Sinop por R$ 1,5 mil. O batedor no crime vai na frente de um  veículo que transporta algum produto ilícito para avisar o condutor  sobre possíveis  barreiras e fiscalizações policiais no trajeto. Com os suspeitos, a PM apreendeu rádios comunicadores e R$ 13 mil em cheques.

O condutor da camionete S10 relatou aos policiais que receberia R$ 10 mil para realizar o transporte do produto ilegal até Sinop, para evitar abordagem policial, a dupla disse que pegou caminhos alternativos passando pela região de Diamantino, São José do Rio Claro e Ipiranga do Norte.

O motorista da S10 já tem passagem pela polícia por crime de contrabando, ele foi preso no ano de 2017 com roupas contrabandeadas da Bolívia. Os dois homens foram presos e os sacos com os defensivos agrícolas contrabandeados foram apreendidos.

 A ocorrência foi entregue à Delegacia de Polícia Judiciária Civil.

Leia mais:  PRF intensifica fiscalização nas eleições e prende 11 pessoas por embriaguez ao volante, no Mato Grosso.
Fonte: PM MT

Continue lendo

Mais Lidas da Semana