conecte-se conosco

Policial

Polícia Comunitária realiza palestra sobre violência virtual para alunos de escola da Capital

Publicado


Assessoria | Polícia Civil-MT

Em alusão ao “Dia Nacional de Combate ao Bullying e à Violência na Escola” comemorado no dia 7 de abril, a Polícia Civil de Mato Grosso por meio da Coordenadoria de Polícia Comunitária, realizou uma Live de cunho preventivo com a participação de alunos de uma unidade de ensino da Capital.

O  Dia Nacional de Combate ao Bullying e à Violência na Escola foi instituído pela Lei de  nº 13.277, de 29 de abril de 2016, decretada pela Presidência da República. 

O encontro através da internet contou com a participação de 35 estudantes, do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental, da Escola Espaço do Saber de Cuiabá, os quais reunidos debateram e refletiram sobre o tema. O evento também teve a participação dos professores da escola.

Diante da atual realidade vivida em razão da pandemia causada pelo Covid-19, os projetos sociais da Coordenadoria de Polícia Comunitária da instituição tem intensificado as atividades e ações voltadas para a prevenção da violência virtual.

Leia mais:  Polícia Civil prende casal e motorista de aplicativo por tráfico de drogas em Cuiabá

O investigador Nilton Filho, gerente do projeto Rede Digital pela Paz, explica que a estratégia de abordagem da live é oportunizar um diálogo franco com os alunos com uma discussão crítica e reflexiva sobre a questão do bullying e cyberbullying não se tratar apenas de simples brincadeira, mas sim de uma violência perversa cuja prática é equiparável aos crimes contra a honra.

Para a coordenadora pedagógica da escola Espaço do Saber, Heleonira Lima,  a iniciativa da Polícia Civil com a atuação do projeto ajuda a promover uma cultura de paz na escola. “Os conceitos abordados apontam para a construção de um ambiente de respeito por todos, sobretudo por orientar aos participantes a buscar apoio para combater bullying e cyberbullying”, destacou a professora.

De acordo com o coordenador de Polícia Comunitária, Gaspar Reis, a instituição também tem atuado em ações de forma remota, durante o atual período de pandemia, como forma de alcançar diferentes públicos buscando uma prevenção qualificada.

 Participaram da Live os policiais civis Ademar Torres e Nilton Filho na realização da Live. Na ocasião foram entregues 20 kits dos projetos sociais contendo mochila em tecido de algodão e garrafa tipo squeeze, sorteados aos participantes.

Leia mais:  Suspeito é preso por esfaquear vítima após briga em fazenda

Fonte: PJC MT

publicidade

Policial

Polícia Civil prende um jovem por atuar no tráfico de drogas em Confresa

Publicado


Assessoria | Polícia Civil-MT

Intensificando as ações de combate a criminalidade em Confresa (1.160 km a nordeste de Cuiabá), mais um traficante foi preso pela Polícia Civil na manhã de sábado (10.04), em investigação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) do município. O suspeito de 20 anos foi autuado por tráfico de drogas. 

Durante diligências visando esclarecer crimes patrimoniais, fomentados muitas vezes pelo tráfico de drogas, os policiais civis identificaram o jovem atuando na venda de entorpecentes, nas proximidades de pontos já conhecidos pelo comércio de entorpecentes e onde já ocorreram várias prisões pelo mesmo crime. 

Então o local passou a ser monitorado, momento em que o suspeito percebeu a presença da equipe e tentou se desvencilhar. Na abordagem foram encontradas com o ele várias porções de entorpecentes. Questionado, o suspeito admitiu a prática criminosa, bem como contou que possui diversas passagens pela polícia por tráfico de drogas e receptação na cidade de Ribeirão Cascalheira.

Diante do flagrante o suspeito foi conduzido para a Delegacia de Roubos e Furtos de Confresa, onde foi interrogado pelo delegado Bruno Gomes e autuado por tráfico de drogas. Após a confecção dos autos, o preso foi colocado à disposição da Justiça.

Leia mais:  Polícia Civil prende casal e motorista de aplicativo por tráfico de drogas em Cuiabá

A Polícia Civil de Confresa destaca a importância da população denunciar práticas ilícitas, visando a desarticulação de associações criminosas.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Mais Lidas da Semana