conecte-se conosco

Policia Federal

Polícia Federal combate crimes eleitorais em Oiapoque

Publicado


Macapá/AP – A Polícia Federal deflagrou, nesta segunda-feira, 22/2, a Operação Sufrárgio Livre*, no município de Oiapoque – extremo norte do estado do Amapá. Policiais cumpriram mandado de busca e apreensão em uma residência naquela cidade, com o objetivo de combater a prática do crime de corrupção eleitoral.

 A investigação foi iniciada após denúncia de que, na eleição municipal de 2020, teria ocorrido compra de votos em Oiapoque por meio da entrega de bens como cestas básicas, bombas de água e outros.

Os trabalhos policiais identificaram um servidor contratado pela Prefeitura, que teria intermediado a compra de votos para um dos postulantes ao cargo de prefeito.

Os envolvidos responderão, na medida de suas responsabilidades, pelo crime de corrupção eleitoral, que tem pena prevista de quatro anos de reclusão.

*O nome da operação remete à necessidade de o voto ser livre, sem qualquer interferência, garantindo a liberdade de participação da população na escolha de seus representantes.

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Amapá

Leia mais:  PF transfere preso da Cadeia Pública de Boa Vista para Presídio Federal, em cumprimento à decisão do STF

Instagram: @PolíciaFederalAmapá

[email protected] | www.pf.gov.br

Contato: (96) 3213-7500

publicidade

Policia Federal

PF resgata brasileiras vítimas de tráfico humano na Bolívia

Publicado


Brasília/DF – A Polícia Federal, com base em investigações realizadas em Epitaciolândia/AC, logrou localizar e resgatar vítimas do tráfico internacional humano que haviam sido levadas à Bolívia, para fins de exploração sexual.

Em 24/2/2021, na cidade de La Paz, após diversas diligências realizadas, a Força Especial de Luta Contra o Crime da Polícia Boliviana (FELCC) encontrou duas brasileiras, menores de idade, que estavam sendo procuradas por seus familiares desde novembro de 2020.

As vítimas foram alvos de aliciadores que sustentam uma rede de prostituição na Bolívia e atuam na busca de mulheres (maiores e menores) em situação de vulnerabilidade, principalmente de cidades fronteiriças, para trabalharem em boates da capital do país.

Com base nas informações colhidas até o momento pela PF, que motivou um pedido de Cooperação Jurídica Internacional, a Polícia Boliviana também iniciou apuração, com a finalidade de complementar a investigação brasileira e unir esforços para desbaratar a associação criminosa, que conta de a participação de brasileiros e bolivianos.

A Polícia Federal, contando com o apoio da Embaixada do Brasil na Bolívia, da Organização Internacional para as Migrações – OIM/ONU e de autoridades bolivianas, além do apoio material, humanitário e legal, vem tratando do retorno com segurança, ao País, das brasileiras libertadas.

Leia mais:  PF transfere preso da Cadeia Pública de Boa Vista para Presídio Federal, em cumprimento à decisão do STF

Divisão de Comunicação Social da Polícia Federal

Contato: 61 2024-8142

[email protected]

Continue lendo

Mais Lidas da Semana