conecte-se conosco

Policia Federal

Polícia Federal deflagra Operação Cozinheiro Fantasma em Marília/SP

Publicado


Marília/SP – A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira (7/5) a Operação Cozinheiro Fantasma visando cumprir 4 mandados de busca e apreensão e 14 mandados de intimação no Município de Piraju/SP, com a finalidade de se obter provas referentes à investigação de fraudes ao benefício do seguro desemprego.

A investigação teve início a partir de denúncia do Posto de Atendimento ao Trabalhador do Município de Piraju/SP, informando o ingresso de 14 requerimentos de seguro desemprego com indícios de demissões fraudulentas envolvendo uma empresa localizada no Município de Osasco/SP, o que gerou prejuízo de aproximadamente R$ 80 mil aos cofres públicos.

Durante as buscas, foram apreendidos telefones celulares, HD’s de computadores e documentos, os quais serão analisados no interesse da investigação.

Os investigados poderão responder, no limite de suas responsabilidades, pelos crimes estelionato majorado (art. 171, § 3º, do Código Penal) e, eventualmente, pelo crime de associação criminosa (art. 288 do Código Penal).

O nome da operação decorreu da constatação de que os investigados nunca haviam desempenhado a função de cozinheiro indicada nos requerimentos de seguro desemprego apresentados ao PAT/PIRAJU.

Leia mais:  Polícia Federal prende foragido da justiça uruguaia

Comunicação Social da Polícia Federal em Marília

Contato: (14) 3303-3000

publicidade

Policia Federal

FICCO prende associação criminosa especializada em furto de caixas eletrônicos

Publicado


Uberlândia/MG – A Força Integrada de Combate ao Crime Organizado (FICCO) de Uberlândia, coordenada pela Polícia Federal e também composta pelas Polícias Civil, Militar, Penal e Rodoviária Federal, prendeu, na sexta-feira (11/6), um homem e uma mulher por tentativa de furto qualificado no momento em que estavam nas dependências de uma agência bancária, em Uberlândia, portando instrumento utilizado para a subtração de envelopes usados para depósitos em caixas eletrônicos.

Os presos haviam furtado outra agência do mesmo banco, na cidade de Uberaba/MG, em 10/6/2021, utilizando o instrumento vulgarmente conhecido como “jacaré”, que permite que os criminosos pesquem os envelopes de depósitos do interior dos caixas eletrônicos. Imagens desse furto de 10/6, gravadas pelas câmeras de segurança do banco, permitiram que a FICCO-Uberlândia diligenciasse e encontrasse os suspeitos no exato momento em que tentavam efetuar o furto de 11/6, utilizando o mesmo modus operandi anterior. No veículo utilizado pelos presos, foram encontrados diversos apetrechos para a prática delitiva em questão, além das peças de roupas utilizadas no furto ocorrido em Uberaba.

Leia mais:  PF deflagra segunda fase da Operação Aimará no Maranhão

Os presos, de 18 anos e 30 anos, são residentes no estado de São Paulo. Contra eles, pesa a suspeita de que já teriam atuado em diversos estados da Federação e na região de Uberlândia.

Eles foram encaminhados ao presídio local, onde permanecerão à disposição da Justiça. Com os dois, havia um adolescente, de 17 anos, que não foi autuado e foi imediatamente entregue ao representante local do Conselho Tutelar. O representante do Conselho Tutelar compareceu à Delegacia e assumiu a custódia do menor, comprometendo-se a providenciar seu acolhimento institucional até o comparecimento de seus genitores.

Os dois presos foram indiciados por furto qualificado tentado, relativamente ao episódio em Uberlândia; furto qualificado consumado, no que se refere ao ocorrido em Uberaba; associação criminosa e por corrupção de menores. Se condenados, poderão cumprir até 11 anos de reclusão.

Comunicação Social da Polícia Federal em Uberlândia/MG

pf.udi.mg @pf.gov.br | www.pf.gov.br

(34) 3230-2000

Continue lendo

Mais Lidas da Semana