conecte-se conosco

Policia Federal

Polícia Federal localiza e prende criminoso foragido da Justiça Italiana

Publicado


Recife/PE – A Polícia Federal, na segunda-feira, 23, deu cumprimento a um mandado de prisão expedido pelo Supremo Tribunal Federal, em desfavor de um italiano que estava foragido da justiça de seu país.

Ele é suspeito de cometer crimes, entre os anos de 2016 e 2019, como integrante de uma organização criminosa na Itália. Os crimes imputados ao suspeito são de fraude contra o governo e compensação falsa, além de fazer parte de organização criminosa, infrações que estão previstas nos artigos 110, 416 e 640/2 do código penal italiano e 10/2 do Decreto Lei 74/2000.

O estrangeiro foi localizado pela Polícia Federal, residindo na zona rural do município de Sirinhaém, na zona da mata sul de Pernambuco. Em seu nome, constava chamada a difusão vermelha, que é uma classificação da INTERPOL aplicada a pessoas de alto grau de periculosidade.

Além do mandado de prisão, também há uma solicitação de abertura de processo de extradição em desfavor do preso.

Após ser preso, ele teve o passaporte recolhido pela Polícia Federal e foi encaminhado ao presídio, onde ficará custodiado, aguardando o processo de extradição para ser entregue à Justiça Italiana.

Leia mais:  PF desarticula associação voltada à prática do crime de tráfico de drogas

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Pernambuco

Fone: (81) 2137-4076
E-mail: [email protected]

publicidade

Policia Federal

Polícia prende líder de facção criminosa no Acre

Publicado


Rio Branco/AC – A Polícia Federal cumpriu nesta terça-feira (22/6), na capital do Acre, um mandado de prisão preventiva, expedido pela Vara da Comarca de Plácido de Castro/AC, contra integrante de facção criminosa e acusado de ser mandante de um homicídio.

A ação foi conduzida por policiais da FICCO – Força Integrada de Combate ao Crime Organizado, composta pela Polícia Federal, Polícia Civil e Polícia Militar.

As investigações que culminaram na prisão do investigado tiveram início em maio deste ano, por ocasião de relatos de que o preso e outros dois homens, já identificados e anteriormente detidos, sequestraram, torturaram e executaram uma mulher em Plácido de Castro.

Os criminosos supunham que a vítima havia informado sobre as atividades do grupo a terceiros, razão pela qual decidiram por sua execução. Após o crime, os executores foram presos em flagrante, porém, o mandante e líder conseguiu fugir.

O trabalho de inteligência desenvolvido pela FICCO resultou na localização do autor em uma casa do bairro Calafate, Rio Branco, onde ele foi preso na posse de uma arma de fogo.

Leia mais:  Polícia Federal desarticula organização criminosa que desviava recursos da Prefeitura de Extremoz/RN

Comunicação Social da Polícia Federal no Acre

Continue lendo

Mais Lidas da Semana