conecte-se conosco

Policial

Polícia Militar recebe 10 mil máscaras doadas por projeto empresarial

Publicado


.

O aumento no número de casos confirmados de Covid-19 em Mato Grosso não impede que muitos profissionais exerçam suas atividades diariamente. É o caso da Polícia Militar de Mato Grosso, que realiza serviço público essencial. A instituição é uma das contempladas pelo projeto “Máscaras para o Próximo”, que na manhã desta sexta-feira (17) esteve no Comando Geral da Polícia Militar para entregar 10 mil máscaras, que serão distribuídas para os policiais em todo o Estado.

A distribuição de máscaras se tornou essencial na freada da doença, que agora avança para as cidades do interior. O representante do projeto, Euclides Ribeiro, fez a entrega ao comandante geral da PM, coronel Jonildo José de Assis, e ressaltou a importância do uso das máscaras por esses profissionais, fundamentais para manter a ordem e a segurança nas cidades.

“Vivemos uma crise inédita e ninguém estava preparado para este momento. O número de pessoas que estão doentes é preocupante e a falta de leitos nos hospitais deixa a situação ainda mais grave. Precisamos nos proteger e a polícia precisa manter seu brilhante trabalho garantindo a segurança da nossa população”, afirmou.

Leia mais:  PM liberta família rendida por criminosos e detém um dos suspeitos em Porto Esperidião

Ribeiro lembra que os policiais estão na linha de frente neste momento de crise e a sociedade precisa do trabalho prestado pela PM. “Esperamos que essas máscaras ajudem a manter esses profissionais protegidos contra essa terrível doença”, observou.

O comandante-geral da Polícia Militar de Mato Grosso, coronel Jonildo José de Assis, agradeceu a doação das máscaras e apontou a importância para a manutenção do trabalho da polícia. “Essas máscaras irão reforçar o trabalho preventivo que já estava sendo realizado pela Polícia Militar, e para nós é muito importante que pessoas como o Euclides Ribeiro e o grupo de empresários que ele representa ajudem a população mato-grossense a se prevenir”.

De acordo com o comandante, parte das máscaras será enviada às tropas do interior. “Esperamos que esses itens nos ajudem a minimizar os efeitos dessa doença, e ajudar a desacelerar o ritmo de contaminação do novo coronavírus no Estado”.

Também participaram do ato de entrega o comandante adjunto, coronel Cruz; o subchefe de Estado Maioro, coronel Rodrgiues, e o diretor de Gestão de Pessoal, coronel Edvan.

Fonte: PM MT

Leia mais:  Sesp deflagra operação nesta sexta-feira (05)

publicidade

Policial

Polícia Civil prende um jovem por atuar no tráfico de drogas em Confresa

Publicado


Assessoria | Polícia Civil-MT

Intensificando as ações de combate a criminalidade em Confresa (1.160 km a nordeste de Cuiabá), mais um traficante foi preso pela Polícia Civil na manhã de sábado (10.04), em investigação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) do município. O suspeito de 20 anos foi autuado por tráfico de drogas. 

Durante diligências visando esclarecer crimes patrimoniais, fomentados muitas vezes pelo tráfico de drogas, os policiais civis identificaram o jovem atuando na venda de entorpecentes, nas proximidades de pontos já conhecidos pelo comércio de entorpecentes e onde já ocorreram várias prisões pelo mesmo crime. 

Então o local passou a ser monitorado, momento em que o suspeito percebeu a presença da equipe e tentou se desvencilhar. Na abordagem foram encontradas com o ele várias porções de entorpecentes. Questionado, o suspeito admitiu a prática criminosa, bem como contou que possui diversas passagens pela polícia por tráfico de drogas e receptação na cidade de Ribeirão Cascalheira.

Diante do flagrante o suspeito foi conduzido para a Delegacia de Roubos e Furtos de Confresa, onde foi interrogado pelo delegado Bruno Gomes e autuado por tráfico de drogas. Após a confecção dos autos, o preso foi colocado à disposição da Justiça.

Leia mais:  PM liberta família rendida por criminosos e detém um dos suspeitos em Porto Esperidião

A Polícia Civil de Confresa destaca a importância da população denunciar práticas ilícitas, visando a desarticulação de associações criminosas.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Mais Lidas da Semana