conecte-se conosco

Cuiabá

Prefeitura de Cuiabá informa que Governo do Estado bloqueia trincheira Jurumirim nesta quarta-feira (9) para obras de reparos; confira as rotas alternativas 

Publicado


Luiz Alves

Clique para ampliar

A Prefeitura de Cuiabá, por meio da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob), autorizou o Governo do Estado a começar os trabalhos de recuperação e restauração da trincheira Jurumirim nesta quarta-feira (9), a partir das 5h da manhã.  Isso porque, na vistoria realizada na segunda-feira (7), a equipe de  engenharia da Semob, constatou que  a  Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra)  concluiu os  reparos nas vias que servirão de rotas alternativas. Foram feitas sinalizações horizontais e verticais, além de faixas informativas. 
As rotas alternativas serão no sentido Av.do CPA/Coxipó e sentido  Fernando Corrêa/ Av. do CPA . (CONFIRA EM ANEXO). 
A pasta de mobilidade informa que o trajeto é “alternativo” e não um “desvio obrigatório”. As vias laterais, chamadas de marginais, estarão liberadas. Já a parte inferior da trincheira, chamada de “mergulho”, será totalmente fechada.  
Durante o período de obra, os agentes de trânsito estarão nos principais pontos das rotas alternativas para orientar os motoristas e tentar minimizar o impacto no trânsito com o fechamento da  trincheira. 

O período estimado de fechamento da trincheira Jurumirim é de sete meses para que seja corrigido um problema no sistema de drenagem de águas pluviais. A previsão é que, somente na parte inferior, deva ser retirado cerca de 1,5 metro de solo e substituído por outro de melhor qualidade. Essa obra foi orçada em R$ 50,5 milhões e estava no pacote das grandes obras de mobilidade que seriam entregues em 2014 – antes dos jogos da Copa do Mundo – a Capital foi uma das subsedes.

Leia mais:  Comissões permanentes fazem reunião conjunta para analisar projetos da área da educação

publicidade

Cuiabá

NOTA OFICIAL – Ações da Assistência Social

Publicado


Davi Valle

Clique para ampliar

A  Secretaria Municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência esclarece:

– Ações voltadas à população em situação de vulnerabilidade social recebem atenção diferenciada da Prefeitura de Cuiabá, que tem como premissa uma gestão humanizada;

– Em 2020, sensível à pandemia causada pela pandemia do novo coronavírus, a Prefeitura de Cuiabá  – foi pioneira  – e instituiu o  programa Renda Solidária Cuiabá, para atendimento exclusivamente com benefício no valor de R$ 500 (pelo período de três meses) a feirantes em geral;  carroceiros; catadores de recicláveis;  ambulantes e profissionais do transporte escolar; 

– Mantém serviços, programas, projetos e benefícios da política de Assistência Social em todas as unidades, sendo mais de 47 mil famílias referenciadas aos CRAS;

-Realiza ainda projetos executados rotineiramente de busca ativa às famílias, trata-se do “Quero te Conhecer” Pop Rua que consiste na abordagem social da população em situação de rua para sensibilização e reconhecimento da importância do acolhimento em uma das quatro unidades do município ou até mesmo, contribuir para que essas pessoas retornem às cidades de origem; e Imigrantes para sensibilização desta população que utiliza das ruas na capital;

Leia mais:  Comissões permanentes fazem reunião conjunta para analisar projetos da área da educação

-O município conta com 14 (quatorze) unidades do Centro de Referência de Assistência Social- CRAS, que oferecem o serviço de fortalecimento de vínculos, bem como realizam o cadastramento de famílias junto ao Cadastro Único possibilitando o  acesso ao Benefício de Prestação Continuada (BPC) e ao Programa Bolsa Família, dentre outros;

– Só no ano de 2020, o Município realizou a concessão de  8.184 benefícios eventuais (cestas básicas, caixas de leite e kits de natalidade) para pessoas em situação de extrema vulnerabilidade. Já no ano de 2021, somam mais de 13.387 benefícios concedidos (cestas básicas, caixas de leite e kits de natalidade);

– Cuiabá possui 17.115 beneficiários do BPC, que atende a idosos e pessoas com deficiência. Outras 24.167 famílias são atendidas pelo Bolsa Família (CadÚnico);

-Reitera que os serviços da política de Assistência Social são escopo de atuação e realizados de forma rotineira pela busca da garantia de direitos das famílias atendidas.

-A secretária da pasta, Hellen Ferreira, servidora efetiva do Executivo Municipal, recebe com indignação as críticas do governador do Estado. Pondera que não refletem os anos de dedicação e de esforço na construção e execução de  políticas públicas eficazes. Considera ainda que os apontamentos são descabidos, frágeis e refletem o desconhecimento por parte do gestor do Estado

Leia mais:  Placas em estacionamento visam inibir uso incorreto das vagas preferenciais

– Lamenta que mais uma vez que os profissionais que desempenham a honrosa função no desenvolvimento da política de assistência social para administração pública em Cuiabá e, não o assistencialismo, tenham o desempenho de suas atividades preteridas por parte do  governador do Estado; 

-Solicita ainda que o município de Cuiabá, como ocorre habitualmente, deixe de ser preterido por parte do Governo do Estado no que tange ao atendimento às famílias em vulnerabilidade;  visto que em nenhum momento a Secretaria fez parte do planejamento ou execução das ações de cidadania realizadas pelo Estado, diferente do divulgado; 

– Por fim,  lamenta  a fala infeliz citando que só demonstram a languidez , a falta de sensibilidade, diálogo e respeito aos usuários e servidores

Continue lendo

Mais Lidas da Semana