conecte-se conosco

Nacional

Quadrilha especializada em roubos a residências de luxo é presa no Rio

Publicado


source
Integrantes da quadrilha que ainda estão foragidos. Quadrilha é especialista em roubos de residências de luxo
Divulgação

Integrantes da quadrilha que ainda estão foragidos. Quadrilha é especialista em roubos de residências de luxo


Policiais da 105ª DP (Petrópolis) prenderam dois integrantes de uma quadrilha especializada em roubos de residências de luxo em Petrópolis, Região Serrana do Rio de Janeiro. Felipe Ramos Ferreira foi detido na última segunda-feira (21) em Duque de Caxias e Roberto da Conceição foi preso na semana passada.

Dois integrantes da quadrilha ainda seguem foragidos, são eles Fabrício de Souza Ventura, conhecido como Buiu e Felipe do Santos da Silva, o Tilipe. Todos tiveram prisão preventiva decretada pela Justiça.

Nessa segunda-feira, os investigadores também capturaram em flagrante Luiz Thiago Rodrigues da Silva, um dos donos de um ferro velho em Duque de Caxias, onde foi localizado parte de um carro roubado em uma das residências em Petrópolis.

Você viu?

Segundo as investigações da Polícia Civil, a quadrilha foi responsável por um roubo à residência no bairro da Taquara, em Petrópolis, ocorrido no dia 27 de abril deste ano e outro no dia 7 de maio, quando o grupo roubou três veículos importados, jóias de luxo e demaiis itens de valor. Nesses assaltos, as vítimas tiveram prejuízo de R$ 300 mil. Ainda de acordo com a polícia, os autores do crime agiram com extrema violência e mantiveram as vítimas em cárcere privado.


Já no mês passado, três integrantes do grupo – Fabrício, Felipe Ramos e Roberto – assaltaram uma casa no bairro Independência, em Petrópolis, no início de maio deste ano. A quadrilha levou três carros, aparelhos eletrônicos e joias.

Ainda segundo as investigações, o grupo planejava executar outros roubos na cidade de Petrópolis, e também um na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. De acordo com a polícia, Luiz é sócio do ex-policial militar Leandro Lopes, conhecido como Leandrão, excluído da policia por integrar a milícia de Jonas Gonçalves da Silva, conhecido como Jonas é nós.

publicidade

Nacional

‘Encho sua cara de bala’: Homem saca arma após ser cobrado por não usar máscara

Publicado


source
Homem ameaça atirar por ser cobrado de usar máscara
Reprodução

Homem ameaça atirar por ser cobrado de usar máscara

RIO – Um homem foi filmado com uma arma na mão e ameaçando atirar contra uma pessoa que tinha lhe pedido para colocar máscara, em Belo Horizonte (MG). O portador do revólver havia entrado em uma clínica médica sem o equipamento de proteção obrigatório em toda a capital mineira.

A ameaça ocorreu na manhã desta segunda-feira e foi filmada. As imagens mostram dois homens discutindo, um deles dentro do estabelecimento e outro do lado de fora.

De acordo com o jornal O Tempo, o homem que estava em frente à clínica parou no local após ouvir os gritos da pessoa armada. Na gravação, ele diz: “você está xingando a mulher porque a mulher está falando uma coisa que ela está certa”.

Em seguida, o homem armado responde: “E eu também estou certo no meu direito”. Na sequência, ele já levanta o tom de voz, grita que não quer mais discutir e xinga o interlocutor.

Leia mais:  Polícia Civil prende babá e marido acusados de estuprar bebê de 1 ano em SP

A pessoa que estava em frente à clínica retruca e diz para o homem armado repetir os xingamentos do lado de fora do estabelecimento. É neste momento que o agressor saca a arma da cintura e caminha para fora da clínica.

“O que você quer? Você quer?”, diz o homem, mostrando a arma. “Dá um tapa em mim para ver se eu não encho sua cara de bala”, diz o homem, aos gritos.

Você viu?

Desesperada, uma atendente que filmava a ameaça pedia para o homem armado guardar o revólver. Segundo o jornal O Tempo, o agressor havia entrado na clínica anteriormente e foi cobrado para colocar máscara.

Pouco depois ele retornou ao local com o equipamento de proteção no rosto, mas sem tapar o nariz, e xingando a atendente. Ao escutar os gritos, um outro homem parou no local para socorrer as trabalhadoras da clínica.

De acordo com o jornal O Tempo, o agressor é um policial militar reformado. A reportagem do GLOBO entrou em contato com a corporação mas não obteve retorno até a publicação.

Continue lendo

Mais Lidas da Semana