conecte-se conosco

Cuiabá

Secretária de Turismo reforça ações de valorização cultural em celebração a 1ª missa rezada em Cuiabá

Publicado


A secretária municipal de Turismo, Iracilda Campos, participou no domingo (22) de celebração que relembra a primeira missa rezada em Cuiabá, em  fevereiro de 1721, na então comunidade da Forquilha, hoje, do Coxipó do Ouro. O arcebispo Metropolitano de Cuiabá, Dom Milton Santos,  foi o responsável pela celebração.

“Representar o prefeito Emanuel Pinheiro em uma festividade tradicional é motivo de grande satisfação como gestora da pasta turística do município. Isso demonstra o respeito e a valorização da história. Somos pautados nesses valores, no resgate dos principais pontos turísticos da capital. Queremos reviver o que Cuiabá já possui”, disse a secretária Iracilda.

A comunidade de Coxipó do Ouro integra o projeto de criação de mais um Complexo Turístico desenvolvido pela Secretaria envolvendo as três comunidades, Coxipó do Ouro, Rio dos Peixes e São Jerônimo. “O projeto está na fase de estudo e avaliação técnica e em um breve futuro os trabalhos sejam iniciados, como mais um ação da Secretaria pautado no fortalecimento turístico de Cuiabá”, lembrou a Iracilda.  

Leia mais:  Prefeitura apresenta plano de ações para exercício de 2021 à Câmara Municipal

Participaram da celebração, o presidente da Associação de Moradores, Thiago Pedrosi, Padre Felisberto Samuel da Cruz, da Arquidiocese de Cuiabá e da historiadora, jornalista e membro da Academia Mato-grossense de Letras, Neila Barreto.

publicidade

Cuiabá

Pinheiro encaminha Projeto de Lei para endurecer a fiscalização e aguarda Justiça para definir toque de recolher

Publicado


Izabela Dias / Secom

Clique para ampliar

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, anunciou na manhã deste sábado (27), que vai entregar um Projeto de Lei na Câmara Municipal para criar medidas ainda mais rigorosas na fiscalização dos estabelecimentos comerciais que descumprem as medidas já estabelecidas de biossegurança.

“Após reunião do Comitê Municipal de Enfrentamento à COVID-19, realizada ontem, já havíamos definido a volta do toque de recolher. Entretanto, vamos esperar a decisão da Justiça para definir qual o caminho Cuiabá vai tomar. Enquanto isso, no dia 1º de março, segunda-feira, entregarei ao presidente da Câmara Municipal de Cuiabá, Juca do Guaraná, um Projeto de Lei que determina medidas ainda mais rigorosas na fiscalização dos estabelecimentos que teimam em descumprir as medidas de biossegurança neste período de pandemia, solicitando a votação em urgência urgentíssima”, afirmou o prefeito.

Segundo Pinheiro, as medidas vão da simples advertência até a suspensão do alvará com o fechamento do estabelecimento por até 90 dias. “A base deste Projeto de Lei é a seguinte: aqueles que andam de acordo com a lei, que andam corretamente e que estão preocupados em trabalhar sem causar a proliferação do vírus não podem pagar pelos irresponsáveis que trabalham de qualquer forma e propiciam essa onda crescente de propagação da COVID-19 em Cuiabá”, comentou.

Leia mais:  Marcrean fala sobre liderança na Câmara e regularização fundiária

Para o prefeito, este não é o momento de decretar lockdown, pois o setor produtivo não aguenta mais ser penalizado. “O trabalhador precisa do emprego, precisa trabalhar e ganhar o seu salário. A Prefeitura de Cuiabá está trabalhando diuturnamente para vencer a pandemia, e a saída é a vacina. Estamos usando de todos os meios, empregando todos os esforços possíveis e imagináveis para conseguirmos mais vacinas para imunizar toda a população cuiabana. Esse é meu compromisso e eu reitero nesse momento com cada um de vocês”, finalizou.

Na manhã de hoje (27) o prefeito Emanuel Pinheiro aderiu à instalação de um consórcio por meio da Frente Nacional dos Prefeitos (FPN) para aquisição das vacinas contra a Covid-19.

 

 

Continue lendo

Mais Lidas da Semana