conecte-se conosco

Pet

“SUS Animal” é aprovado por Câmara em Recife

Publicado


source
Shuttersock

“SUS Animal” é aprovado em Recife

A Câmara Municipal do recife aprovou, nesta segunda-feira (3), os requerimentos 3022/2021 e 3023/2021, ambos de autoria da vereadora Andreza Romero (PP), que visa a criação de um “Cartão SUS Animal”, além da ampliação do horário de funcionamento do Hospital Veterinário do Recife.

Conforme a proposta, o Hospital veterinário funcionaria também aos sábados, facilitando o acesso de pessoas ocupadas durante a semana e que buscam atendimento gratuito para seus animais de estimação. “A demanda do Hospital Veterinário do Recife é cada vez maior e, além disso, emergências e urgências não escolher dia para acontecer”, disse a vereadora em sessão virtual da Câmara.

O Cartão SUS Animal busca facilitar o acesso gratuito a serviços veterinário para ONG’s, pessoas de baixa renda e protetores de animais independentes, permitindo assim que o atendimento aos animais seja feito de forma mais rápida e ágil, segundo Andreza Romero.

O projeto foi recebido positivamente pelos parlamentares, contudo seu nome, que inclui a sigla do Sistema Único de Saúde obteve algumas ressalvas por parte de alguns vereadores. Liana Cirne (PT), que é parte da bancada de oposição, se mostrou favorável à ideia, mas sugeriu que fosse retirado o requerimento 3023/2021 para que a proposta seja reapresentada com um novo nome. “O sistema SUS tem o princípio do atendimento universal e integral representando um programa conceitual, concluiu a vereadora.

O vereador Luiz Eustáquio (PSB), integrante do bloco do governo na Câmara, solicitou mais informações sobre a proposta e cumprimentou a vereadora que a requiriu, no entanto, criticou o nome do projeto. “O que ela tem feito nesta Casa tem ajudado muito o município a cuidar da causa animal. Porém, quando você mistura os nomes, dificulta um pouco”. Depois também pediu que o nome fosse alterado. “Seria maravilhoso. Eu quero votar a favor desse projeto”, afirmou o parlamentar.

Fonte: IG PET

publicidade

Pet

Dia das mães: histórias para lembrar que o amor não tem espécie

Publicado


source
Pusha adotou quatro esquilinhos abandonados
Reprodução

Pusha adotou quatro esquilinhos abandonados

Não há amor como o amor de mãe, não importa a espécie, elas simplesmente amam os seus filhos – ou filhotes – independente de qualquer situação, mesmo quando não são de seu próprio sangue. Para mostrar um pouco disso, separamos uma lista com mães que, pelo simples ato de acolher, adotaram filhotes e os amaram como se fossem seus.

Histórias como essas não são raras, mas sempre dão um acalento ao coração quando as vemos.

Cadela que perdeu filhotes adota gatinho órfão

A cadela Amira adotou o gatinho Junior após passar pela tristeza de dar a luz a filhotes natimortos
Reprodução Facebook

A cadela Amira adotou o gatinho Junior após passar pela tristeza de dar a luz a filhotes natimortos

A cadela Amira , que foi acolhida em um abrigo de resgate de animais na Síria, perdeu todos os seus filhotes ainda no parto. Com muito amor de mãe para dar, ela reconfortou suas tristezas ao encontrar o gatinho órfão chamado Junior. Os dois, que haviam perdido sua família, se uniram e formaram uma nova.

Cachorra em luto adota gatinhos órfãos

Mais um caso fofo e triste, aconteceu nos Estados Unidos. Uma cadela foi encontrada grávida em um posto de gasolina e levada para um abrigo de animais. Infelizmente ela perdeu todos os filhotes no parto. A dona do abrigo relatou em suas redes que a cadela ficava a procura de seus filhotes, o que foi bem triste de se observar. A dor da cadelinha se amenizou apenas quando encontraram três gatinhos órfãos, que foram acolhidos pela nova mamãe, que os amamentou como se fossem seus.

Você viu?

Gata adota quatro filhotes de esquilos abandonados

A relação de amor entre Pusha e os filhotes de esquilo viralizou em vídeo na internet
Reprodução

A relação de amor entre Pusha e os filhotes de esquilo viralizou em vídeo na internet

Pusha, uma gatinha que havia acabado de dar à luz acolheu quatro esquilos que foram abandonados em um parque . A cuidadora do local encontrou os filhotinhos e os levou até sua gata, que os acolheu e os amamentou como se fossem seus. De início os pequenos sentiram medo da felina, mas logo passaram a confiar na nova mamãe.

Gata emocionou ao acolher filhote de gambá

Gata amamentando gambá filhote
Reprodução/Facebook

Gata amamentando gambá filhote

Um filhotinho de gambá havia perdido sua mãe, mas encontrou o amor materno com Luna, uma gatinha que o acolheu junto aos seus filhotes, como se o gambazinho fosse um deles.

Cadela adota cabra bebê

A cadela está cuidando muito bem da cabra bebê
Reprodução

A cadela está cuidando muito bem da cabra bebê

A cadela Blizzie  adotou uma cabrinha que havia acabado de nascer, em uma ninhada na qual três irmãos nasceram mortos e ela, única sobrevivente, acabou sendo rejeitada. A cadela, que também havia acabado de dar à luz, adotou a cabra bebê como um de seus filhotes.

Galinha cuida de gatinhos 


Uma galinha aninhou três filhotinhos de gato. O dono da galinha ouviu os miados vindo do galinheiro e correu para olhar, temendo que suas aves estivessem em perigo, foi então que ele se deparou com a cena tão adorável. A mãe felina também cuida dos bebês, mas amor de mãe nunca é demais!

Cadela corgi adota labradores órfãos

Filhotes de corgi e de labrador foram criados junto como uma mesma ninhada
Reprodução

Filhotes de corgi e de labrador foram criados junto como uma mesma ninhada

Uma cadela da raça labrador foi resgatada de um criadouro enquanto estava grávida, contudo a mamãe acabou falecendo, deixando seus filhotes sozinhos. Foi então que a cadelinha da raça corgi, chamada Jen,  acolheu os bebês como seus próprios filhos.

Coruja acolhe ovo de pato

Foto tirada de coruja e pato juntos tirada por Laurie Wolf
Facebook/ Laurie Wolf

Foto tirada de coruja e pato juntos tirada por Laurie Wolf

Uma pata estava transferindo seus ovos para um novo local, e um deles acabou indo parar na casa de uma coruja . A ave então acolheu o ovo da pata e cuidou dele até que o patinho nascesse. Contudo, a mamãe pata não o abandonou e, após o nascimento do bebê, a ave foi ao encontro de seus pais biológicos. Um patinho de sorte que, além de ter seus pais, ainda arrumou uma “mãe coruja” para chamar de sua.

Fonte: IG PET

Leia mais:  Esse vídeo de um cãozinho nadador vai melhorar o seu dia
Continue lendo

Mais Lidas da Semana