conecte-se conosco

Política Nacional

Temer é contra afastamento de Bolsonaro: Não dá para ter impeachment ‘toda hora’

Publicado


source
Ex-presidente Michel Temer
Agência Brasil

Ex-presidente Michel Temer

Apesar de ter se tornado presidente após um processo de impeachment da ex-presidenta Dilma Roussef, Michel Temer deu entrevisa ao portal Metrópoles se mostrando contrário ao mecanismo. Segundo ele, não há condições para o impeachment de Bolsonaro . “Não dá mais para aguentar essa história de a gente ter impeachment toda hora”, afirmou.

“A nossa Constituição é adolescente, vai fazer 33 anos daqui a pouco, e [nesse período] já tivemos dois impeachments. Se eleito outro presidente, logo vai começar uma nova campanha pelo impeachment. Não dá mais para viver em um país que só pensa nisso”.

O ex-presidente disse que não enxerga um cenário favorável para o impeachment do atual presidente Jair Bolsonaro (sem partido). “Isso dependeria, naturalmente, do gesto do presidente da Câmara dos Deputados , e eu não vejo essa tendência de deflagração”, avaliou.

O emedebista ainda afastou o desejo de concorrer à presidência em 2022 e disse que  Bolsonaro segue tendo força para se reeleger no ano que vem.

“Basta verificar as pesquisas. Por mais que caia, ele sempre está acima de 20%. Isso é uma força extraordinária em matéria eleitoral. Não se pode subestimar a força política e administrativa do presidente.”

publicidade

Política Nacional

Bolsonaro volta a atacar Barroso em transmissão: “onde quer chegar esse homem?”

Publicado


source
Presidente Jair Bolsonaro (sem partido)
Reprodução / YouTube

Presidente Jair Bolsonaro (sem partido)

Na live semanal desta quinta-feira (29), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a atacar o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso devido à sua resistência à adoção do voto impresso. 

“Onde quer chegar esse homem que atualmente preside o TSE? Quer a inquietação do povo, quer que movimentos surjam no futuro, que não condizem com a democracia?”, disse ele, afirmando que Barroso não é “o dono da verdade”.

Além disso, Bolsonaro afirmou que o presidente do TSE teria articulado a aprovação de uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) instituindo o voto impresso.

“Por que o presidente do TSE, na iminência de ver a PEC da deputada Bia Kicis ser aprovada na comissão especial, ele vai para dentro do parlamento, se reúne com lideranças partidárias, e, no dia seguinte, muitos desses líderes trocam membros da comissão por parlamentares contrários à PEC. Que poder esse homem tem? Por que ele não quer uma eleição democrática?”, questionou.

Leia mais:  Osmar Terra diz que foi otimista em opiniões sobre a pandemia

Você viu?

O chefe do Executivo também teceu diversas críticas ao ministro, relacionando Barroso ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e até mesmo a governantes de países liderados pela esquerda, como Argentina e Venezuela.

Nas últimas semanas, o presidente do TSE vem sendo alvo de ataques de Bolsonaro e apoiadores por defender o voto eletrônico. Barroso destaca que não há qualquer indício de falhas no sistema atual. De acordo com ele, a adoção do voto impresso, defendido pelo chefe do Executivo, trará de volta fraudes e falhas humanas, problemas já superados com a implementação do sistema eletrônico .


*Em atualização

Continue lendo

Mais Lidas da Semana