conecte-se conosco

Carros

Veja 5 seminovos bacanas que custam o mesmo que novos de pouco apelo

Publicado


source

Quem vai trocar de carro sempre fica com pulga atrás da orelha. Afinal, é melhor comprar um carro zero quilômetro ou investir em um modelo seminovo que seja mais equipado e até de categoria superior?

Há quem não dispense o prazer de ser o primeiro a colocar as mãos no volante de um carro, mas nem sempre a prática pode valer a pena. Partindo disso, a reportagem do iG Carros elaborou uma lista com 5 modelos seminovos que são mais legais que carros zero quilômetro , ainda que custem o mesmo valor. Acompanhe.

1 – Honda Civic Sport 2.0 2017 – a partir de R$ 73 mil

Honda Civic Sport
Divulgação/Honda

Honda Civic Sport manual já deixou de ser fabricado no Brasil e custa o mesmo que um Ka Titanium novo, com motor 1.5, de três cilindros

Se você curte dirigir e está procurando um carro com câmbio manual, o Civic Sport é uma das melhores opções entre os seminovos. O sedã médio pode ser encontrado nas concessionárias por valores a partir de R$ 73.990 – exatamente o mesmo preço de um Ford Ka Sedan Titanium 1.5.

O modelo tem motor 2.0 aspirado que desenvolve 155 cv de potência a 6.300 rpm e 19,5 kgfm de torque a 4.800 rpm. Na versão básica Sport, o câmbio é manual de seis velocidades com ajustes curtos. Bem escalonado e com engates curtos, o conjunto mecânico faz o sedã médio acelerar de 0 a 100 km/h em 10 segundos.

O Civic Sport já conta com seis airbags (frontais, laterais e cortina), assistente de partida em rampa, computador de bordo e freio de estacionamento eletrônico. Ótima pedida para quem quer um carro completão gastando pouco.

Leia mais:  Primeira Kombi elétrica de 1978 será restaurada pela Volkswagen

2 – VW Polo Highline 1.0 2018 – entre R$ 61 mil e R$ 68 mil

Volkswagen Polo
Divulgação

Volkswagen Polo Highline: hatch turbo completão com preço de Kia Rio, que chegou ao Brasil no ano passado e não deslanchou nas vendas

Outro modelo interessante que está com preço convidativo em 2021 é o Volkswagen Polo , em sua versão topo de linha de 2018. O hatch turbinado completão já pode ser encontrado por valores entre R$ 61 mil e R$ 68 mil nos classificados online, mesma faixa de preço da versão de entrada do Kia Rio zero quilômetro.

O VW Polo tem motor 1.0 TSI que entrega 128 cv de potência a 5.500 rpm e 20,4 kgfm de torque a 2.000 rpm, com câmbio automático de seis velocidades. O grande destaque fica por conta do consumo, já que o modelo pode marcar 8 km/l na cidade e 9,8 km/ na estrada com etanol, e 11,6 km/ na cidade e 14,1 km/l na estrada com gasolina.

Entre outros equipamentos, o Polo Highline tem quatro airbags (frontais e laterais), sensores de estacionamento dianteiro e traseiro e faróis com acendimento automático. É mais provável que você encontre um Polo Highline com as rodas aro 17, sem o display 100% digital – que foi o pacote de customização de maior sucesso.

3 – Peugeot 208 GT 1.6 THP 2017 – entre R$ 69 mil e R$ 75 mil

Peugeot 208 GT
Divulgação

Peugeot 208 GT: rara versão esportiva do hatch vem com câmbio manual e motor turbo de 173 cv, nem se compara com o 208 novo, de 118 cv

Eis um modelo que, infelizmente, não vendeu tão bem durante seu ciclo de vida. O Peugeot 208 GT é um legítimo hot-hatch, no melhor estilo dos anos 80. Se você não dispensa um bom câmbio manual e motor turbo, ele poderá ser seu por valores entre R$ 69 mil e R$ 75 mil – até menos que os R$ 77.990 da versão básica do 208 novo.

Leia mais:  Seminovos e usados ficaram mais caros a partir do final de 2020

O 208 GT tem motor 1.6 THP que entrega 173 cv de potência e 24,5 kgfm de torque, sempre com câmbio manual de seis marchas. Segundo a fabricante, o modelo pode acelerar de 0 a 100 km/h em apenas 7,6 segundos, enquanto dá os característicos “sopros” nas trocas de marcha.

Para acelerar com segurança, a Peugeot instalou seis airbags (frontais, laterais e cortina), controle de estabilidade e assistente de partida em rampa. No pacote de conforto, destaque para o ar-condicionado de duas zonas e o teto-solar panorâmico que é um verdadeiro charme.

4 – Ford Fiesta Ecoboost 1.0 2018 – a partir de R$ 51 mil

Ford Fiesta
Divulgação

Ford Fiesta Ecoboost: modelo esquecido nas concessionárias tem preço de Renault Kwid e um bem eficiente motor turbo, de 125 cv

Eis outro modelo bacana que você pode adquirir pelo preço de um Renault Kwid Intense. O Ford Fiesta Ecoboost já pode ser encontrado nos classificados online por valores que partem de R$ 51 mil.

O modelo tem o motor 1.0 turbinado a gasolina capaz de desenvolver 125 cv de potência a 6.000 rpm e torque de 17,3 kgfm a apenas 1.400 rpm, com câmbio automatizado de seis marchas. O conjunto colabora para a economia de combustível, já que o Fiesta Ecoboost pode marcar 12,2 km/ na cidade e 15,3 km/l na estrada, apenas com gasolina, já que o motor é importado. 

No pacote de segurança, destaque para o assistente de partida em rampa e o sistema de chamada de emergência, capaz de telefonar automaticamente para as autoridades em caso de acidente. 

5 – Renault Sandero R.S. 2.0 2019 – a partir de R$ 56 mil

Renault Sandero R.S
Divulgação

Renault Sandero R.S: esportivo legítimo com preço de hatch de entrada com acabamento bem simples e espaço apertado

Finalizamos nossa lista com outro hatchback que tem pimenta correndo por seus dutos. O Renault Sandero R.S. já pode ser encontrado nos classificados online por valores que começam em R$ 56 mil, valor de entrada do Chevrolet Onix 1.0.

Abaixo do capô, o Sandero R.S. esconde um motor 2.0 aspirado de 150 cv de potência e 20,9 kgfm de torque, com câmbio manual de seis marchas. O mais legal do modelo não é a intensidade de aceleração, mas sim o acerto de suspensão que contribui para curvas.

O R.S traz todos os itens presentes nas versões mais caras do Sandero, com central multimídia com conectividade Apple CarPlay e Android Auto, e até mesmo assistente de partida em rampa. 

Fonte: IG CARROS

publicidade

Carros

Ford testa vans autônomas com entregas urbanas na Europa

Publicado


source


Van adaptada simula não ter motorista é acompanhada por entregadores que trabalham com ajuda de um aplicativo no celular
Divulgação

Van adaptada simula não ter motorista é acompanhada por entregadores que trabalham com ajuda de um aplicativo no celular

A Ford em parceria com a Hermes, uma das principais empresas de entregas da Europa, estão usando uma van Transit customizada com sensores que imitam um veículo autônomo novo para o programa de pesquisa de veículos autônomos iniciado na Europa.

Na verdade, ela tem um motorista disfarçado de “banco” e quem olha de fora tem a impressão de que não há ninguém na direção . O objetivo é estudar como essa tecnologia pode beneficiar as empresas de entregas urbanas e, também, como as pessoas interagem com ela nas ruas.

Ford Transit Autônoma: objetivo é estudar como essa tecnologia pode beneficiar as empresas de entregas urbanas e, também, como as pessoas interagem com ela nas ruas.. Foto: Divulgação

Ford Transit Autônoma: objetivo é estudar como essa tecnologia pode beneficiar as empresas de entregas urbanas e, também, como as pessoas interagem com ela nas ruas.. Foto: Divulgação

Ford Transit Autônoma: objetivo é estudar como essa tecnologia pode beneficiar as empresas de entregas urbanas e, também, como as pessoas interagem com ela nas ruas.. Foto: Divulgação

Ford Transit Autônoma: objetivo é estudar como essa tecnologia pode beneficiar as empresas de entregas urbanas e, também, como as pessoas interagem com ela nas ruas.. Foto: Divulgação

Leia mais:  Toyota Corolla Cross 2022: confira as impressões do novo SUV médio

Nessa pesquisa, o motorista só dirige. Entregadores a pé fazem o resto da operação, usando um aplicativo no celular para chamar o veículo e destravar o compartimento de carga quando ele estaciona em um local seguro.

Lá dentro, o mensageiro é orientado por comandos de voz e telas digitais ao armário com os pacotes a serem entregues. O foco é que as empresas do setor comecem a projetar como suas equipes poderão trabalhar com veículos sem motorista.

A Ford planeja investir cerca de US$ 7 bilhões em veículos autônomos até 2025, sendo US$ 5 bilhões a partir de 2021, como parte de suas iniciativas de mobilidade. E também está testando a tecnologia de direção autônoma em seis cidades dos Estados Unidos.

Fonte: IG CARROS

Continue lendo

Mais Lidas da Semana