conecte-se conosco

Nacional

Vereadores de SP analisam mudanças com Ricardo Nunes à frente da prefeitura

Publicado


source
Vereadores de SP analisam mudanças com Ricardo Nunes à frente da prefeitura
Reprodução/Secom

Vereadores de SP analisam mudanças com Ricardo Nunes à frente da prefeitura

A Câmara Municipal de São Paulo aprovou na última segunda-feira (04) a licença do prefeito de São Paulo , Bruno Covas (PSDB), para que ele possa cuidar do seu tratamento contra o aparecimento de novos focos de câncer. Com isso, o vice Ricardo Nunes (MDB) estará à frente da principal prefeitura do país pelos próximos 30 dias e a relação entre o executivo e o legislativo municipal deve mudar durante o período. As informações são do portal Uol .

Não há consenso entre os apoiadores de Covas no que diz respeito a continuidade das pautas inicialmente propostas. Já entre opositores, cresce o sentimento de que Ricardo Nunes possa avançar nas “pautas de costumes”.

Um parlamentar que integra a base de apoio de Bruno Covas ressaltou que “Ricardinho [apelido do vice prefeito na Casa] tem boa relação com todos, sabe conversar, mas ele é de outro partido, de um outro grupo, e vai impor as pautas dele”.

Leia mais:  Butanvac: vacina '100% brasileira' foi desenvolvida em NY, diz instituto

O líder do PSDB na Câmara, Xexéu Tripoli, não acredita que mudanças ocorrerão e que a integração entre Covas e Nunes fará com que as propostas “não parem”.

Você viu?

Gilberto Nascimento Jr. (PSC-SP), vereador que se autodenomina “independente”, argumentou que não haverá grandes mudanças “com o Ricardo. O que aumenta é a relação [com os vereadores], um pouco mais pessoal. A gente já tem uma relação boa com o Covas, mas fica ainda mais fácil com o Ricardo”.

A avaliação da oposição não segue o mesmo caminho. Silvia Ferrada (PSOL-SP), covereadora da Bancada Feminista disse que a mudança causa “bastante preocupação”, pois os posicionamentos de Nunes são “muito complicados em relação a alguns temas importantes, como gênero e a questão LGBTQIA+”.

Um parlamentar de oposição, que não quis ser identificado, foi taxativo: “Essa legislatura está com um pé mais conservador . se com Covas está ruim, com o Nunes fica pior.”


O posicionamento oficial da prefeitura é de que, pelo próximos 30 dias, nenhuma mudança deverá ocorrer na condução do executivo municipal. A preocupação entre alguns vereadores é com a possibilidade da licença de Covas se estender e, com isso, Ricardo Nunes passar a se sentir “mais confortável” na cadeira de prefeito.

publicidade

Nacional

Navio se choca com estação de balsas no litoral de São Paulo; veja os vídeos

Publicado


source
Navio se choca com estação de balsas no litoral de São Paulo
Reprodução

Navio se choca com estação de balsas no litoral de São Paulo

Um navio de carga supostamente desgovernado se chocou com um píer onde ficam ancoradas as balsas que fazem a  travessia  entre Santos e Guarujá, no litoral de São Paulo, na tarde deste domingo.

De acordo com o Departamento Hidroviário, travessia ficou paralisada por cerca de 1h20 devido ao acidente. Ninguém se feriu.

A Capitânia dos Portos, em Santos, informou que uma equipe de peritos está no local para avaliar os danos feitos na área de embarque de bicicletas, que dá acesso às balsas, e também no navio, que ficou avariado.

Segundo a capitânia, o navio da Hamurg Süd levava contêineres, mas não há detalhes sobre o conteúdo embarcado.

Você viu?

Segundo o portal G1, o acidente ocorreu por volta de 14h, no terminal de travessia de balsas de bicicletas. Um navio de carga colidiu e destruiu o píer de atracação.

Leia mais:  Anulação, "Ficha Limpa" e mais: o que falta ser decidido no embate Lula X Moro

Ainda não há informações do que provocou o acidente. As causas serão averiguadas pela Capitania dos Portos e Marinha.

Equipes do Departamento Hidroviário trabalharam para retomar o serviço, que voltou a funcionar por volta das 15h.

Imagens que circulam nas redes sociais mostram o momento em que o barco atinge o píer. Assustadas, algumas pessoas correm.

O navio Cap San Antonio, de bandeira dinamarquesa, havia saído de um dos terminais de Santos e seguiria para o Porto de Paranaguá. Com 8,9 metros de calado, a embarcação foi construída em 2014. Tem 333 metros de comprimento e 48,3 de largura. Sua capacidade é de 10.500 TEU (Twenty feet Equivalent Unit/ ou unidade equivalente a um contêiner de 20 pés).

Leia mais:  Cidades que seguraram Covid-19 têm queda de anticorpos na população

Continue lendo

Mais Lidas da Semana